clara

 

 

Toda sensibilidade do mundo caipira – um mundo que ganha contorno de fábula diante da veloz e ininterrupta modernização de nossas vidas – está nas páginas deste delicado romance da lavra de Jocelino Soares. Ele retrata com destemida suavidade a história de um amor proibido que ganha consequências inusitadas a cada página.

Ao recontar a história de Clara e Tino Viola, o autor nos presenteia com nuances do nosso passado recente, deixando aflorar outros casos que pareciam soterrados, guardados no interior da memória coletiva da inóspita região do “sertão rio-pretense”.

A vindita de Aníbal Vieira, as velhas estradas boiadeiras, os primeiros automóveis, um modo de vida que a cada dia mais se distancia-se mais da nossa vivência, dos nossos saberes, ganhando um espaço opaco no interior de nossas memórias individuais.

Conhecer a vida e o mundo de Clara e Tino Viola é descortinar para os nossos olhos uma versão caipira da vida como ela é; do amor e de suas infinitas bifurcações.

Lelé Arantes
​Editor

Deixe um comentário